Mini serie Conselho Tutelar causa revolta nas rede sociais

O Seriado da Rede Record de Televisão “Conselho Tutelar” causa revolta nas rede sociais por parte de conselheiros tutelares. O FCNCT (FÓRUM COLEGIADO NACIONAL DE CONSELHEIROS TUTELARES) emitiu nota publica sobre sobre a mini-série “Conselho Tutelar” Exibida pela Rede Record de Televisão. (segue conteúdo abaixo)

Nota parte 1

Nota parte 2 Nota parte 3 Nota parte 4

Veja alguns comentários abaixo da Comunidade do Canal Conselho Tutelar:

comentario comentario1

comentario2


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas, contos, historias e artigos para o WhatsApp: + 55 (69) 99987-6863. Não se esqueça de se identificar.

7 Comentários

  1. Eu sou ex conselheira acho que é uma das profissões mais importante e menos valorizada pois quem pega o leão na mão é os conselheiros o judiciário só atende depois do leão calmo e essa série mostra um papel distorcido de nossas atribuição a sociedade não nos valoriza e com essa série muito menos ainda vão achar que somos obrigado a ficar sentados na porta das casas vigiando os outros.

    • Querida Leila, gostaria de dizê-la que conselheiro(a) não é uma profissão, mas sim uma função, temporária.

  2. Ao assistir os dois primeiros epsodios pensei, percebi que a sociedade nao sabe nada do papel do conselho tutelar e quem assistir vai ter uma ideia totalmente distorcida, mais tambem sei que tem muitos conselheiros se achando, pois agem daquela forma e acham que sao os tais. A midia devia se informar melhor pois o nosso papel é defender direitos, nao sair correndo atras de quem esta desviolando os diretos das criancas e adolescentes como se fossemos orgao repressor.

  3. acho que as funções dos conselheiros esta sendo deturbada, pois não é asssim não, como conselheira as coisas não são tão faceis não, as autoridades judiciarias não nos recebem a hora que queremos, é sempre qndo eles querem e qndo acham que é preciso. E não somos policiais para sairmos correndo atras de pessoas que não cumprem seus deveres de responsáveis, tambem quem nos dera termos uma psicóloga dentro do conselho tutelar.
    Claro que cada municipio tem sua realidade e suas demandas. Mas acho que está um pouco fora da realidade. Os casos são até parecidos.

  4. CAPACITAÇÃO deve ser ministrada por Escola de Conselhos, Técnicos, Profissionais no trato com o SGD ou Palestrantes Renomados, no que tange os Direitos Humanos das Crianças e dos Adolescentes. A série Conselho Tutelar é DRAMATURGIA e não expressa didaticamente as atribuições, competências e ou limites de atuação do Conselheiro Tutelar, contudo, infelizmente parte daquilo que passou no seriado acontece na vida real, ocorre em vários CT´s que aceitam ordem de Juiz, desmandos ou ameaças de Promotores, falta de respeito da Rede de Proteção para com usuários do CT, falta de Equipagem, fazer papel de Polícia, ficar de Campana, correr atrás de Criança, não aplicar Medida Protetiva de Afastamento do convívio familiar ao identificar situação de risco ou violação de direito, etc. Por tudo isso, devemos agir corretamente no desempenho de nossa função diante os parâmetros cominados na Lei 8069/1990 e informar aos nossos usuários que ZELAMOS por direitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*