Crianças são em parte responsáveis por pedofilia, diz líder da igreja na Polónia

O líder da Igreja Católica na Polónia, Jozef Michalik, está envolto numa forte polémica, depois de ter declarado que as crianças são parcialmente responsáveis pelos abusos sexuais exercidos sobre elas por padres.

Foto do Arcebispo polaco Jozef Michalik imagem retirada da internet
Foto do Arcebispo polaco Jozef Michalik imagem retirada da internet

O arcebispo católico Jozef Michalik, presidente da conferência episcopal da Polônia, em declarações aos jornalistas, comentava as revelações sobre pedofilia exercida por padres, afirmando que uma criança oriunda de uma família disfuncional “procura proximidade com outros e pode perder-se, fazendo com que a outra pessoa também se envolva“.

As declarações do arcebispo Jozef Michalik provocou de imediato uma onda de indignação, o que o obrigou a recuar e pedir desculpa ainda no mesmo dia, alegando ter sido mal interpretado.  O arcebispo disse que não pretendia sugerir que as crianças vítimas de abusos eram de alguma forma responsáveis. De acordo com a imprensa da Polónia, o arcebispo Jozef Michalik apoiou um pároco que em 2004 foi condenado por crimes de pedofilia.

Desde o ano de 2001, estiveram em tribunal 27 padres polacos por crimes de pedofilia, mas a maioria acabou com penas de prisão suspensas, levantando o debate sobre a mão leve da justiça sobre a Igreja na Polaca. Na Polónia, onde os líderes católicos participam em todas as cerimônias de Estado, a religião católica tem grande preponderância, sendo ensinada nas escolas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*